PiPplware 6.1

Pois é pessoal, já lá vai bastante tempo mas é com enorme prazer que apresentámos o novo PiPplware 6.1!

Para quem ainda não conhece, o PiPplware é um sistema operativo para o Raspberry Pi, já com vários anos de existência, que te permite transformar a tua TV num mini-PC, Media Center, Consola de Jogos, e muito mais!
Já ha mais de um ano que não havia uma nova versão, apenas pequenos updates, como ao Kodi por exemplo, e como entretanto saiu o novo RPi 3B+, existia uma necessidade de haver uma nova versão do PiPplware com suporte a este, com todo o software actualizado e claro, novas funcionalidades. 

Ficam então todos convidados a experimentar, e a darem as vossas opiniões e sugestões, assim como a reportar algum tipo de problema que tenham tanto aqui como no nosso forum ou no nosso grupo do Facebook. Se ainda não tens um Raspberry Pi, ou estás a pensar adquirir mais um, podes encomendar já o nosso pack RPi 3 completo, pronto a usar.

Vamos então conhecer um pouco mais do novo PiPplware 6.1:

Uma das prinipais novidades como já referimos é o suporte ao novo Raspberry Pi 3B+. O Pipplware 6.1 é baseado agora na ultima versão do Raspbian Stretch (2018-06-27) ao invés do Raspbian Jessie e como tal todo o software incluído foi actualizado como por exemplo os ambientes de trabalho XFCE e OpenBox, o LibreOffice, Chromium, Kweb, Transmission, etc. Todo o software disponível para instalação nos repositórios foram também actualizados, como por exemplo editores de texto/imagem/video, servidores web/base de dados/ficheiros, ferramentas de programação, etc.

Kodi foi actualizado para a ultima versão estável 17.6 “Krypton” assim como todos os addons binários. As novidades aqui desta vez não são muitas, uma vez que a “major version” estável continua a ser a 17, no entanto foram feitas algumas correções de bugs e optimizações como por exemplo na reprodução de alguns codecs de vídeo como HEVC entre outros. Quando a nova versão estável/final do Kodi, 18 “Leia” sair, será disponibilizada para update como de costume.

Podem encontrar as restantes novidades e mais informação sobre o Kodi 17 aqui.

O RetroPie foi também actualizado para a versão 4.4.2. É provavelmente nesta suite de retro-gaming para o RPi que se encontram as maiores novidades em relação à anterior versão presente no PiPplware. O EmulationStation foi actualizado para a versão 2.7.6 e tem várias novas funcionalidades como por exemplo, suporte a vídeos, modo “Kiosk”, novos temas com novas funcionalidades, suporte a screensavers com imagens ou vídeos,  suporte a “colecções” como por exemplo, “Favoritos”, “Recentemente jogados”, “Personalizados”, etc.

Estão agora também disponíveis para instalação vários outros frontends através do RetroPie Configuration, ou seja, outras interfaces gráficas em alternativa ao ES para quem quiser um visual diferente, como por exemplo o Mehstation, Attract-Mode e o Pegasus-FE.

O RetroArch foi actualizado para a versão 1.7.5 e tem também novas funcionalidades como suporte a gravação de video e uma nova interface minimalista opcional. Como tal também todos os emuladores do RetroArch/libRetro foram actualizados para as ultimas versões. Vários emuladores standalone foram também actualizados como por exemplo o AdvanceMAME, ScummVM, Stella (Atari 2600), Fuse (ZX Spectrum), Dosbox, AGS, Zdoom (suporte a Hexen 1 Series, Heretic, Strife e Chex 3),  mupen64plus (N64 emulator), cgenious, etc.

Os seguintes novos emuladores/consolas/ports estão disponíveis para instalação:

  • Amiberry (Amiga emulator)
  • lr-dosbox (Dosbox port for libretro)
  • dosbox-sdl2 (DOSBox port with SDL2 & FluidSynth support)
  • mame2003-plus-libretro (mame2003 with backported fixes)
  • Update lr-desmume and split 2015 version off to lr-desume2015.
  • digger – digger remastered.
  • yquake2 – Supports Quake II and both official mission packs.
  • Abuse – port of run and gun game.
  • lr-vice (C64 Emulator).
  • srb2 – Sonic Robo Blast 2 port.
  • cdogs-sdl – C-Dogs SDL – Classic overhead run-and-gun game.
  • lr-px68k (x68000 emulator).
  • lr-mrboom (an 8 player bomberman clone).
  • lr-mame2016 (Arcade emulator).
  • lr-mess2016 (Multiple omputers/console emulator).
  • DraStic (Nintendo DS Emulator).
  • Minivmac (Macintosh Plus Emulator).
  • Quasi88 (NEC PC-8801 emulator).
  • np2pi (NEC PC-9801 emulator).
  • Xm7 (FM-7 / Fujitsu Micro 7 emulator).

O SSelph’s scraper contém inúmeras melhorias e como tal é recomendado a sua instalação e uso para scrapping de info e artwork de jogos ao invés da opção disponível no ES que é bastante mais limitada. Como de costume, várias melhorias foram feitas ao nível de detecção e configuração de joysticks, quer via bluetooth, por cabo, ou os “home made”.

De notar que agora o RetroPie/PiPplware, tal como na ultima versão, traz menos emuladores instalados de origem, no entanto tudo é facilmente instalável através do RetroPie Configuration. Desta forma o utilizador instala apenas o que quer, o sistema fica mais limpo e não demasiado grande. No total são agora mais de 75 emuladores distribuídos por mais de 55 sistemas/consolas e cerca de 35 Ports. Podem consultar todos as novidades do RetroPie 4.42 aqui.

O Pipplware 6.1, para além do que já foi referido em cima, traz agora também  instalado o seguinte software adicional:

  • VLC media player, um dos leitores multimédia mais usado actualmente.
  • Uget, um gestor de downloads lightweight

NOTA: O software de programação presente no Raspbian, tal como na versão anterior, não está mais incluído, mas existe uma opção para o instalar em PiPplware Tools ->  Install/remove Raspbian bundled programming software.

Actualização:

O processo de actualização é o mesmo do costume, basta executar o Update System no menu Settings ou Pipplware, no Emulation Station ou no XFCE respectivamente.

Podem também alternativamente actualizar via terminal executando:

sudo update-system

Como é lógico, não perdem as vossas definições, mas um backup é sempre aconselhado.

Notas:

  • A actualização só irá estar disponível para utilizadores do PiPplware 5.0 ou superiores.

Download:

PiPplware 6.1

Changelog

19 thoughts on “PiPplware 6.1

Responder a Tânia Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *